Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

LQES News anteriores

2018
Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003


em foco

hot temas

 

LQES NEWS - Ano XVII - número 386 - 16 de janeiro de 2018.

* Em Pauta
# Ciência no Brasil : 100 anos da ABC.
Acesse o arquivo eletrônico com o recém-saído livro do Centenário da ABC, que inclui as comemorações da ocasião, os estudos estratégicos elaborados para a sociedade brasileira, a história da Academia Brasileira de Ciências e destaca como personagens alguns dos grandes cientistas do país.

# Nanopartículas e interação com biossistemas.
Dossier de pesquisas realizadas no LQES com nanopartículas de sílica mesoporosas mostra desde a síntese e funcionalização, passando pela aplicação em drug delivery de drogas antitumorais, até o impacto da divulgação pública dos resultados.

# Brasil atinge 1 GW em energia solar.
Marca coloca o país na lista seleta dos 30 países com esse nível de geração no mundo.

# Tabela periódica pode ganhar nova linha pela primeira vez na história.
Cientistas do Japão tentam sintetizar o elemento químico 119, “jamais criado no universo”.

# Por que artigos científicos são mais citados do que se pensa, segundo esta pesquisa ?
Revista Nature realizou uma ampla análise dos trabalhos publicados entre 1980 e 2015, acompanhados pela plataforma Web of Science.

* Pontos de Vista
# Mecenato e o apoio à Ciência no Brasil.
Wanderley de Souza, professor titular da UFRJ, diretor da Finep e membro da Academia Brasileira de Ciências, escreve sobre o incentivo à Ciência no País.

# Inventor : um ofício de crianças ricas.
Se você pensa que existem carreiras elitistas, como a diplomacia e a magistratura, talvez deva considerar os inovadores. Estudos recentes revelam uma realidade bem diferente do estereótipo do gênio inventor que vive sem um tostão, encerrado numa garagem com seu talento e o suor de sua testa. A profissão de inventor é muito pouco igualitária, com injustos filtros que impedem o acesso de mulheres, minorias e, essencialmente, pessoas com famílias de poucos recursos. O principal talento necessário para ser um inovador de sucesso é ter pais com dinheiro. Veja na íntegra artigo de Javier Salas publicado no El País.

* “As Mined”
# Nanocatalyst cleans toxic nitrates from drinking water.
Engenheiros do Centro de Tratamento de Água usando Nanotecnologia da Rice University (NEWT) encontraram um catalisador que “limpa” os nitratos tóxicos da água potável convertendo-os em ar e água.

# Uh Oh—CRISPR might not work in people.
Amostragem de sangue humano revela uma surpresa : a maioria das pessoas pode ser imune a um dos maiores avanços mundiais da engenharia genética.

# Nanotubes go with the flow to penetrate brain tissue.
Cientistas e engenheiros da Rice University desenvolvem dispositivos microfluídicos e microeletrodos para implantação suave no cérebro.

# Graphene membrane seeks to drastically reduce dialysis time.
Pesquisadores do Departamento de Engenharia Mecânica e Aeroespacial da Universidade da Flórida estão desenvolvendo uma membrana baseada em grafeno que visa melhorar o processo de tratamentos de diálise e reduzir os tempos de tratamento.

#Tweaking quantum dots powers-up double-pane solar sindows.
Quantum dots em engenharia poderiam reduzir o custo da eletricidade solar.

# Graphene 'tattoo' sensor enables measurements of water use in crops.
Cientista da Iowa State University Schnable, descreveu como ele mediu o tempo necessário para que dois tipos de plantas transfiram a água de suas raízes, para suas folhas mais baixas e depois para as folhas superiores.

* LQES Cultural
# Laboratório Chimico (Museu Nacional de História Natural e da Ciência) de Lisboa.
O primeiro impacto ao entrar no Laboratório Chimico da Rua da Escola Politécnica é o de viajar no tempo; ninguém fica indiferente a esta jóia de beleza oitocentista que faz parte do patrimônio científico e histórico de Portugal.


 © 2001-2018 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco