Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 

NOVIDADES em C&T&I e do LQES

Produção de eletrônicos : a reciclagem de produtos químicos ganha em eficácia.

A empresa Panasonic desenvolveu um procedimento mais eficaz de reciclagem de agentes químicos que permite recuperar até quatro produtos químicos. (Leia nota)

NASA desenvolve um novo material.

O novo material tem propriedades surpreendentes e abre possibilidades de aplicação em astronomia. (Leia nota)

Nanopartículas passam através da barreira protetora do cérebro.

As funções cerebrais poderiam ser perturbadas, em caso de exposição crônica às nanopartículas de dióxido de titânio. (Leia nota)

Leve como a borracha e moldável como o vidro.

Polímero com propriedades comparáveis às resinas, mas sendo mais fácil de trabalhar e remodelável como se queira. (Leia nota)

Microscopia de Força Atômica (AFM).

Novas possibilidades em medicina : sondagem das propriedades mecânicas das células. (Leia nota)

Cartilha sobre Nanotecnologia.

A Cartilha foi distribuída pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), na 8ª. Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada de 17 a 23 de outubro. (Leia nota)

Lançado o projeto NANOFlueGas.

Órgãos governamentais franceses e empresa se unem para enfrentar os problemas da segurança no tratamento de resíduos contendo nanos. (Leia nota)

Nanotecnologias : onde estão as rupturas anunciadas ?

Um olhar crítico sobre as promessas da nanotecnologia. Segundo Vincent Pessey, da consultoria Alcimed, ainda precisamos avançar muito. (Leia nota)

Produção dos polissulfetos : rumo a um procedimento sustentável.

Catalisadores de metais de transição melhoram o rendimento e eliminam subprodutos nocivos. (Leia nota)

Combustão espontânea de nanobolhas.

Bolhas de tamanho nanométrico, contendo hidrogênio e oxigênio, podem se autoinflamar espontaneamente, embora este fenômeno não se produza com bolhas maiores. (Leia nota)

Os quasicristais de Daniel Schechtman : Nobel de Química 2011.

Ordenados como um cristal, mas sem se repetir, os quasicristais permitem antecipar materiais com propriedades inéditas. (Leia nota)

Grafeno abre a porta para o mundo das ondas terahertz.

Pesquisadores americanos trabalham uma porção do espectro eletromagnético, relativamente pouco explorada, mas em pleno desenvolvimento : as ondas terahertz. (Leia nota)

Internet super-rápida caminha a passos largos.

E, mais uma vez, tudo por conta do grafeno. Agora misturado à nanoestruturas metálicas. (Leia nota)

Simbiose entre células vivas e componentes eletrônicos ?

Transistores à base de prótons podem ser interfaciados... com células vivas. (Leia nota)

Nanoesponja molecular ativada por campo magnético.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Tóquio e de universidades associadas desenvolveram uma rede de nanopartículas que reage ao campo magnético. (Leia nota)

Prêmio Inventores Unicamp homenageia Oswaldo Luiz Alves.

Universidade avança nos ecomateriais e leva tecnologia ao mercado. Matéria publicada no Boletim SBQ. (Leia nota)

Nanopartículas : método inédito para sua sondagem.

A "velha centrifugação", conhecida há mais de 100 anos, "volta com tudo". (Leia nota)

O ouro também é extraterrestre ?

Rochas da Groenlândia parecem ser testemunhas. (Leia nota)

Um dia comer-se-á carne obtida in vitro ?

Congresso de especialistas em engenharia tissular acredita que isto seja possível. (Leia nota)

Nanotubos de carbono e sua interação com o meio ambiente e biossistemas.

Quadragésima primeira tese do LQES aborda, de forma pró-ativa, os eventuais riscos da nanotecnologia. (Leia nota)

Pesquisadores alemães na Amazônia.

Serão pesquisados aspectos relacionados ao solo, armazenamento de carbono, efeito estufa e proteção do ecossistema. (Leia nota)

Um laser que "faz chover" !

Ideia que atormenta cientistas a 50 anos : como intervir no clima e fazer chover ? (Leia nota)

Toxicologia das nanopartículas.

Nanotubos de carbono marcados com radioisótopos expandem as possibilidades da anotoxicologia. (Leia nota)

Memória Flash do futuro miniaturizada graças ao grafeno ?

Pesquisadores americanos usam grafeno em memória tipo Flash. Pergunta : o procedimento permitirá reduzir as dimensões além do que é possível fazer hoje com silício. (Leia nota)

Quadragésima tese realizada no LQES !

O estudo destacou o desenvolvimento de nanocompósitos envolvendo nanotubos inorgânicos (NTIs) com polímeros e látex. (Leia nota)

Purificação de água via nanotubos de carbono.

Pesquisadores austríacos verificaram interações de vários tipos de poluentes com os nanotubos. (Leia nota)

O porquê da aderência dos "geckos" (lagartixas).

As ventosas têm sua importância, mas há outras coisas por trás... (Leia nota)

À flor da pele...

Em breve, computador sob a pele : promessa da nanotecnologia ! (Leia nota)

Ligação entre o grafeno e o irídio : experimental e teoria estão de acordo.

Entendimento da interação explica a maior facilidade para "descolar" o grafeno da superfície do metal. (Leia nota)

Brasil será sede do novo centro binacional de nanotecnologia.

O governo brasileiro formalizou, em 22 de agosto, parceria com a China visando à criação de um centro binacional de nanotecnologia. (Leia nota)

INPI e CNPq firmam parceria para disseminar a importância da propriedade intelectual.

A integração dos bancos de dados permitirá que a Plataforma Lattes divulgue adequadamente a produção de inovação e propriedade intelectual. (Leia nota)

Despoluição das águas radioativas através de algas.

O método poderá ser empregado para despoluir a usina de Fukushima. (Leia nota)

Nanopartículas de amido no interior de nossas células !

Vacinas, luta contra o câncer... Esperanças ! (Leia nota)

Laboratório de bolso.

Descobrir doenças infecciosas poderá, brevemente, se tornar algo simples e rápido. (Leia nota)

Grafeno no espaço.

Segundo a Nasa, o telescópio Spitzer teria detectado a “assinatura” deste “cristal” bidimensional. (Leia nota)

Uma tatuagem para os diabéticos.

Mais um passo na direção da medicina personalizada. (Leia nota)

Vale e Petrobras acertam megaprojeto de potássio.

Parceria vai ajudar a diminuir a dependência deste insumo, fundamental para a agricultura brasileira. (Leia nota)

Uma bateria térmica para armazenar energia solar.

Pesquisadores desenvolvem sistema nanoestruturado, capaz de captar, armazenar e liberar energia solar. (Leia nota)

PSA pode ser usado para detectar câncer de mama.

Artigo publicado na revista Analytical Chemistry abre novas possibilidades para a triagem da doença. (Leia nota)

Fotovoltaicos orgânicos crescem em potência.

Alemanha realiza investimentos pesados para tornar esta tecnologia uma realidade industrial. (Leia nota)

China : ator-chave em ciências de materiais.

Segundo a Thomson Reuters, o país já ultrapassa os Estado Unidos em termos de publicação e começa a ameaçar Europa e EUA em termos de citações. (Leia nota)

Nanotubos de peptídeos com diâmetro perfeitamente controlado.

Pesquisadores franceses, utilizando modificações em peptídeos cíclicos, chegaram a este importante desenvolvimento. (Leia nota)

Simples assim... Um novo método para fabricar grafeno.

Pesquisadores usaram CO2 e magnésio ! (Leia nota)

Fotovoltaico ganha novo aliado : impressão por jato de tinta.

Uma tinta um tanto especial, que poderá abrir nova via para a energia solar. (Leia nota)

Nova fonte de energia ?

Biopilhas fazem vislumbrar a possibilidade de aproveitamento da energia dos seres vivos. (Leia nota)

Caneta e papel na mão : vamos desenhar circuitos eletrônicos !

A utilização de tinta à base de prata para imprimir circuitos eletrônicos não é novidade, mas sua transposição à escala de uma caneta.... (Leia nota)

IPT completa 112 anos e investe R$ 300 milhões em pesquisas voltadas para sustentabilidade e energia.

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) é uma das mais importantes instituições nacionais de pesquisa e está vinculado ao Governo do Estado de São Paulo. (Leia nota)

Nanopartícula polimérica : um novo aliado na luta contra câncer de cérebro.

Terapia gênica dá passo importante na luta contra a doença, antevendo a possibilidade de se evitar a cirurgia. (Leia nota)

Elétrons : forma esférica é descoberta.

Pesquisa realizada no Imperial College, Londres (Reino Unido), durou mais de uma dezena de anos. (Leia nota)

Nanopartículas e tumores de fígado.

Pesquisadores americanos usando nanopartículas de ouro conseguem detectar os tumores em estado precoce. (Leia nota)

Previsão da estrutura 3D de uma proteína em 10 minutos !

A boa nova vem de pesquisadores canadenses da Universidade de McGill. (Leia nota)

Nanopartículas, camufladas de glóbulos vermelhos, contra o câncer.

Estratégia pode tornar mais eficiente a terapia antitumoral. (Leia nota)

Petrobras investe U$ 1,2 bi em P&D este ano.

Valor Econômico revela e analisa os planos da empresa brasileira para fazer face aos novos desafios. (Leia nota)

Nanotecnologia : novo tipo de bateria usa água como eletrólito.

A novidade vem de pesquisadores da Universidade de Stanford. (Leia nota)

Grafeno como agente dopante de células-tronco.

As aplicações do grafeno estão longe de se esgotar. Na área médica, o material poderá vir a estimular a cultura das células-tronco. (Leia nota)

Nanotubos que imitam tecido natural podem ajudar enfartados.

Remendo feito de nanotubos de carbono auxilia na regeneração das células do coração. (Leia nota)

Nanotecnologia Forense.

Polícia científica conta com nova ferramenta para revelar impressões digitais muito antigas. (Leia nota)

Painéis solares flutuantes.

Franceses e israelenses farão experimentos em Cadarache, na França. (Leia nota)

Algas poderiam ser eficazes para tratamento de resíduos radioativos ?

Na direção de uma solução, o desastre de Fukushima levanta esta questão como uma das possibilidades. (Leia nota)

Teria a argila possibilitado o surgimento da vida na Terra ?

Novas pesquisas autorizam pensar que ela poderia explicar o velho enigma da quiralidade em biologia. (Leia nota)

Sensor testa quão frescos estão peixe e carne que consumimos.

A novidade vem do instituto alemão Fraunhofer e promete contribuir para a segurança alimentar. (Leia nota)

Produção de grafeno de alta qualidade.

Resultado pavimenta a estrada para disseminação do uso deste incrível material. (Leia nota)

Crescimento e incentivos atraem investimentos em P&D no Brasil.

Artigo publicado no site da ANPEI - Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras discute e qualifica estes investimentos. (Leia nota)

Nanoguia.

Site da revista Ciência Hoje destaca trabalho de divulgação da nanotecnologia, realizado através de parceria LQES/ABDI. (Leia nota)

Nanopartículas de "colesterol bom" procuram e destroem células cancerosas.

Novas pesquisas sugerem que o "colesterol bom (HDL)" também pode atuar como um carreador especial de drogas para combater o câncer. (Leia nota)

Bactérias como fonte de nanopartículas magnéticas.

Pesquisadores poloneses e franceses estudam propriedades magneto-ópticas com nanopartículas obtidas de bactérias magnetotáticas. (Leia nota)

Chip microfluídico : um laboratório de análise de sangue na palma da mão !

O desenvolvimento de chip microfluídico, além de barato, pode permitir detectar o HIV ou a tuberculose em alguns minutos. (Leia nota)

Abril de 2011 : a supercondutividade completa 100 anos !

Em 8 de abril de 1911, descobre-se um dos mais extraordinários fenômenos físicos, manifestação em nossa escala da física quântica: a supercondutividade. (Leia nota)

Batimentos do coração transformados em corrente elétrica.

Cuide-se : coração que não bate não recarrega iPod ! (Leia nota)

Revista Ciência Hoje destaca pesquisa realizada no LQES.

Nanofios de vanadatos de prata "decorados" com nanopartículas de prata abrindo a porta para novos antibacterianos. (Leia nota)

Garrafa de refrigerante totalmente reciclável.

PepsiCo apresentou recentemente uma nova garrafa bioplástica, 100% reciclável, fabricada inteiramente à base de materiais vegetais. (Leia nota)

A viagem fantástica continua !

Pela primeira vez, entrega in vivo de medicamento contra câncer por microtransportadores teleguiados. (Leia nota)

Peixes semeiam a Amazônia.

A disseminação de sementes pelos animais não é uma descoberta, mas se sabe que os peixes da Amazônia são campeões nisto. (Leia nota)

Laser transforma nanopartículas de ouro em filamentos.

Pesquisadores americanos fabricam filamentos de ouro com forma e tamanho personalizados. (Leia nota)

Nanoestruturas permitem diminuição significativa do tempo de carga das baterias.

O tempo de carga é diminuído drasticamente sem, contudo, modificar a capacidade de armazenamento de energia. (Leia nota)

Pintura que transforma a parede num interruptor mágico.

Nicolas Triboulot, designer francês, inventou uma pintura sensitiva, que converte a superfície sobre a qual é aplicada em interruptor invisível. (Leia nota)

A lembrança dos odores ...

Ter um bom nariz não é algo inato ! (Leia nota)

Nanotecnologia : maior eficácia dos medicamentos para doenças cerebrais.

Pesquisadores holandeses apostam na "nanonização" de fármacos bem conhecidos. (Leia nota)

Como as nanopartículas são tóxicas ?

Nova norma ISO, recém-publicada, ajuda na resposta à pergunta. (Leia nota)

Experts estudam impacto ambiental de nanopartículas de prata em têxteis.

Institutos, academia, indústria e organismos reguladores trabalham juntos para avaliar os efeitos das mesmas. (Leia nota)

Nanotecnologia possibilita sapatos mais confortáveis e sem mau cheiro.

Finep destaca um dos Casos de Sucesso do seu Programa de Subvenção Econômica. (Leia nota)

Baterias à base de grafeno : mais flexíveis.

A novidade vem de pesquisadores coreanos, que apostam em performance e flexibilidade. (Leia nota)

Seriam as vibrações moleculares responsáveis pelas moscas perceberem os odores ?

Pesquisadores do MIT acreditam que sim e avançam na interpretação do fenômeno. (Leia nota)

Nanopartículas para uma água pura.

Pesquisadores da Universidade MacGill (Canadá) usam papel forrado com nanopartículas de prata para purificar água contaminada por bactérias. (Leia nota)

Circuito impresso sobre nanotubos de carbono.

Pesquisadores da Universidade de Nagoya (Japão) e da Universidade de Aalto (Finlândia) fabricaram, em um substrato plástico, um circuito impresso sobre nanotubos de carbono. (Leia nota)

Meio século depois do LASER, cientistas criam o antiLASER.

Cientistas criam em laboratório o antiLASER, sistema que funciona exatamente ao contrário do LASER : absorve a luz completamente, em vez de emiti-la. (Leia nota)

Mercado brasileiro de nanotecnologia tem grande potencial de crescimento.

Presidente do Conselho Empresarial de Tecnologia da Firjan, Fernando Sandroni está otimista, mas... (Leia nota)

Quando resfriado quase ao zero absoluto, o vidro fundiria...

Especialistas da matéria condensada chegaram a esta extraordinária conclusão, via modelagem do comportamento de vidros, através da mecânica quântica. (Leia nota)

Teste de sangue feito num laboratório que cabe na mão.

O dispositivo é do tamanho de um cartão de crédito ! (Leia nota)

Mais uma do grafeno : agora são os lasers.

Pesquisadores russos propõem criar lasers com base no grafeno. (Leia nota)

Um novo transistor mostra a cara !

Mais fino que o silício e melhor do que o grafeno : estamos falando da molibdenita (MoS2). (Leia nota)

Etanol : sem pesquisa, Brasil deixará de ganhar espaço no mercado global.

Estudo recentemente publicado, realizado por pesquisadores do INPI, aponta para esta conclusão. (Leia nota)

Afinal, o que há de novo nas nanos ?

O Nanotechnology Innovation Summit, realizado em 2010, nos EUA, foi oportunidade para se destacar os avanços nanotecnológicos que marcarão os próximos dez anos. (Leia nota)

Alquimia moderna : liga de prata e ródio se comporta como paládio.

Cientistas Japoneses usam nanotecnologia para criar ligas que se comportam como o metal nobre paládio. (Leia nota)

Novo medicamento contra a esquistossomose.

Combate da esquistossomose a partir da utilização de nanopartículas poliméricas - sistemas carreadores de fármacos. (Leia nota)

Segurança Alimentar : nanopartículas e nisina para combater a Listéria.

A nanotecnologia está chegando ao mundo dos alimentos. (Leia nota)

Brasil vai repatriar suas informações botânicas.

Herbário on-line terá informações sobre um milhão de espécimes vegetais. (Leia nota)

Com chip orgânico, Brasil ganha chance em semicondutores.

Enquanto é possível montar uma fábrica de chip orgânico com 100 mil dólares, são necessários 3 bilhões para fazer uma de chip de silício. (Leia nota)

Surpresa : o carbono pode ser facilmente imantado !

Não há necessidade do uso de um feixe de elétrons, basta um campo magnético ! (Leia nota)

A nanotecnologia em socorro de olhos deficientes.

Desenvolvimento de materiais semicondutores pode produzir algo semelhante à visão. (Leia nota)


 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco