Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

LQES News anteriores

em foco

eletrônica e fotônica

energia

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2001 a 2003

Fármacos,
medicina e
saúde.

LQES

materiais

meio ambiente

nanotecnologia
 

EM FOCO

Energia - 2011

Uma bateria térmica para armazenar energia solar.
Pesquisadores desenvolvem sistema nanoestruturado, capaz de captar, armazenar e liberar energia solar.

Fotovoltaicos orgânicos crescem em potência.
Alemanha realiza investimentos pesados para tornar esta tecnologia uma realidade industrial.

Fotovoltaico ganha novo aliado : impressão por jato de tinta.
Uma tinta um tanto especial, que poderá abrir nova via para a energia solar.

Nova fonte de energia ?
Biopilhas fazem vislumbrar a possibilidade de aproveitamento da energia dos seres vivos.

IPT completa 112 anos e investe R$ 300 milhões em pesquisas voltadas para sustentabilidade e energia.
O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) é uma das mais importantes instituições nacionais de pesquisa e está vinculado ao Governo do Estado de São Paulo.

Petrobras investe U$ 1,2 bi em P&D este ano.
Valor Econômico revela e analisa os planos da empresa brasileira para fazer face aos novos desafios.

Painéis solares flutuantes.
Franceses e israelenses farão experimentos em Cadarache, na França.

Batimentos do coração transformados em corrente elétrica.
Cuide-se : coração que não bate não recarrega iPod !

Nanoestruturas permitem diminuição significativa do tempo de carga das baterias.
O tempo de carga é diminuído drasticamente sem, contudo, modificar a capacidade de armazenamento de energia.

Baterias à base de grafeno : mais flexíveis.
A novidade vem de pesquisadores coreanos, que apostam em performance e flexibilidade.

Etanol : sem pesquisa, Brasil deixará de ganhar espaço no mercado global.
Estudo recentemente publicado, realizado por pesquisadores do INPI, aponta para esta conclusão.


 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco