Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
 lqes responde
H1N1

sopa primordial

propriedade intelectual

o que é uma nanopartícula?

elips˘metro

lápis-lazuli

cosméticos

genéricos

cartilha de produtos clandestinos

controle de produtos químicos

água grau reagente

reprografia e direito autoral

caderno de laboratório


recomendações de segurança

pilhas e baterias: descarte

nomenclatura e símbolos IUPAC

acrônimos

glossário lqes

abreviaturas de periódicos

conheça um laboratório

redigir trabalhos científicos

o que são patentes?

 

O H1N1 está chegando. Todo cuidado é pouco !


Estamos entrando no período onde o H1N1 começa a atacar. Os seus sintomas são muito parecidos com os da gripe comum, caracterizados por febre alta, dores musculares, de garganta, de cabeça e tosse seca.

Dentre as precauções para evitar contaminações evite ambientes fechados, não compartilhe objetos pessoais, cubra sempre a boca e o nariz antes de espirrar ou tossir, use álcool gel e, principalmente, lave constantemente as mãos com sabão.

Veja abaixo algumas "dicas" para lavar as mãos de forma simples e eficaz.



Oito Fatos Importantes

1. Em média, uma mão tem cerca de, no mínimo, 3.000 tipos de bactérias diferentes.

2. As bactérias podem permanecer vivas mais de três horas em nossas mãos. Uma bactéria pode se multiplicar até 4 milhões de vezes em 8 horas.

3. As unhas são as partes do corpo onde os microorganismos são mais resistentes.

4. Existe duas camadas de bactérias: a camada superior que se encontra sobre as mãos chamada flora transitória que é eliminada facilmente pela lavagem e secagem eficiente das mãos. A camada inferior é mais resistente á secagem das mãos e é chamada de flora residente.

5. Mãos úmidas transmitem 1.000 vezes mais bactérias que mas mãos secas. 85% dos microorganismos são transmitidos por mãos úmidas ao passo que mãos secas transmitem somente 0,06%.

6. 26.000 bactérias vivas podem coabitar numa nota de dinheiro.

7. Os telefones celulares reagrupam mais de 7.000 tipos de bactérias diferentes.

8. Um teclado de computador contém, em média, mais bactérias que uma tampa de vaso sanitário. Aliás, este é também o caso de assentos de carrinhos de bebe.

Fontes: Prefeitura de Campinas. Periódico Sciences et Avenir (França).

Editoria LQES NEWS (OLA).



 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco