Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
pontos de vista
artigos de revisão

artigos de opinião

editoriais

entrevistas

divulgação geral

divulgação LQES

 
DIVULGAÇÃO

Canção dos Beatles, "Polythene Pam", inspira a Royal Chemical Society na comemoração da síntese do polietileno.


Qual a relação entre uma canção dos Beatles e um dos plásticos mais utilizados no mundo? Simplesmente o polietileno. Em 1969, a canção "Polythene Pam" aparecia no álbum "Abbey Road", dos Beatles.



Capa do Famoso disco Abbey Road, dos Beatles (1969).



Polythene Pam



Well you should see Polythene Pam
She's so good-looking but she looks like a man
Well you should see her in drag dressed in her polythene bag
Yes you should see Polythene Pam
Yeah yeah yeah


Get a dose of her in jackboots and kilt
She's killer-diller when she's dressed to the hilt
She's the kind of a girl that makes the "News of the World"
Yes you could say she was attractively built
Yeah yeah yeah



Letra Original de John Lennon e Paul McCartney.


Foi, portanto, essa tão britânica personagem usando botas, saia e bolsa de plástico que a "Royal Society of Chemistry" (RSC) escolheu para comemorar a síntese do polietileno, realizada em 1933, nos laboratórios da empresa química Imperial Chemical Industries (ICI), no Reino Unido.

Como a miúdo acontece, foi por acidente que os pesquisadores produziram essa matéria branca e cerosa, descoberta em uma segunda-feira pela manhã em um balão de reação em que o benzaldeído e o etileno haviam sido aquecidos a 170 ºC, sob 2000 atmosferas, durante o fim de semana. A reação tinha sido catalisada por traços de oxigênio presentes no reator, difícil de ser reproduzida. Só em 1935 um outro químico da ICI realizou uma síntese reprodutível do polietileno sob alta pressão. Procedimento que, a partir de 1939, viria a ser a base da produção industrial do polietileno de baixa densidade.

O polietileno desempenhou um papel crucial quando do desenvolvimento do radar no decorrer da II Guerra Mundial: em função de sua alta resistividade elétrica, esse plástico foi utilizado para o isolamento dos cabos dos radares britânicos. Após a Guerra, o polietileno foi empregado para aplicações no terreno civil, tornando-se o plástico mais utilizado no mundo. Earl Tupper, por exemplo, inventou os Tupperware, caixas estanques em polietileno...




Earl Tupper, inventor do Tupperware.


Uma "Polythene Pam", devidamente vestida com um filme de polietileno, estava presente no 04 de novembro de 2004, ocasião em que uma placa foi oferecida pela Royal Chemical Society, em Winnington, uma das fábricas da empresa ICI.

The Royal Society of Chemistry (www.rsc.org). Consultado em janeiro de 2005. (Tradução/Texto - MIA)


Nota do Managing Editor: As ilustrações que figuram nesta matéria não fazem parte do original. Foram obtidas em www.google.com.

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco