Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
pontos de vista
artigos de revisão

artigos de opinião

editoriais

entrevistas

divulgação geral

divulgação LQES

 
EDITORIAIS

Repensando a graduação em ciências químicas !


Está aberta, em vários países, candente discussão sobre a formação dos novos químicos. De fato, tal discussão está baseada no papel do químico e em suas novas habilidades/atribuições, em um contexto no qual, a todo tempo, se discute Química verde, Meio-ambiente, riscos dos produtos químicos (sobretudo os nanotecnológicos), impactos das mudanças climáticas, água, novas fontes de energia, multidisciplinaridade, entre outros temas.

Todos os aspectos colocados - e certamente outros -, são levantados em função da centralidade da Química e, sem a menor dúvida, vêm impactando sobremodo a pesquisa básica, tecnológica e as indústrias químicas como um todo.

A American Chemical Society (ACS) saiu na frente nesta discussão, até para fazer face à perspectiva positiva da Química de ser considerada um dos vetores mais importantes para o relançamento da economia americana. Documentos há que enfatizam que os Estados Unidos serão autossuficientes em petróleo e gás já em 2017!

Recentemente foi publicado pela ACS o Advancing Graduate Education in the Chemical Sciences, documento que analisa, em profundidade, a formação em ciências químicas nos Estados Unidos (graduação e implicações na pós-graduação) e que apresenta, após diagnóstico rigoroso, várias recomendações voltadas para importantes mudanças. São por vezes contundentes os posicionamentos dos cientistas que participaram da redação do documento. Dentre as muitas importantes conclusões destaca-se que "The current system relies too heavily on individual research grants and involves "serious conflicts" between the education of graduate students and the needs for productivity in grant-supported research."

No Brasil, os cursos de formação em ciências químicas, salvo melhor juízo, apresentam várias similaridades com os do sistema americano, daí considerarmos a importância do conhecimento do documento da ACS não só por todos aqueles responsáveis pela formação dos profissionais de química brasileiros (graduação e pós-graduação), mas também pelo setor produtivo que, no final da linha, é um dos empregadores dos egressos da Universidade.

Para conhecer na íntegra o documento da ACS, clique aqui.


Oswaldo Luiz Alves
Editor Científico do Boletim Eletrônico LQES NEWS e LQES Website.
Fundador e Coordenador Científico do Laboratório de Química do Estado Sólido.


 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco