Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
projetos
temáticas de pesquisa

agências financiadoras

instituto do milênio

pronex

cepid

convênios empresa

colaborações científicas

missões científicas

 
PRONEX - Programa de Apoio a Grupos de Excelência do Ministério de Ciência e Tecnologia

Pronex é a sigla do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência, criado através do Decreto 1857, de 10 de abril de 1996, e implementado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

O referido Programa tem por finalidade apoiar financeiramente, de modo continuado, grupos de pesquisa constituídos por pesquisadores de reconhecida competência, através de atividades de pesquisa, focalizadas e articuladas, visando a criar condições propícias a avanços científicos e tecnológicos.

No Edital no.2 (1997), a proposta do Instituto de Química da UNICAMP para a implantação do Núcleo de Excelência em Química de Materiais (NExQM) foi contemplada.

As atividades do NExQM, do IQ, da UNICAMP, estão vocacionadas para o estudo de Materiais Porosos e Compósitos Funcionais, tendo como pesquisadores principais os Professores: Eduardo J.S. Vichi, Fernando Galembeck, Marco-Aurélio de Paoli, Maria do Carmo Gonçalves, Nelson Eduardo Durán Caballero e Oswaldo Luiz Alves.

A coordenação do NExQM está a cargo dos Profs. Marco-Aurélio de Paoli (Coordenador) e Oswaldo Luiz Alves (Vice-Coordenador).

As atividades de pesquisa desenvolvidas no Grupo têm, todas, características comuns: compartilham o mesmo arcabouço conceitual; têm o mesmo objetivo geral; utilizam-se das mesmas metodologias e são executadas por pesquisadores cujas primeiras interações nesta área datam de aproximadamente vinte anos.

O objetivo geral é a criação de materiais ("novos" ou "avançados") porosos ou compósitos, desenhados de modo a apresentarem propriedades que os qualifiquem a desempenhar funções pré-estabelecidas, isto é : sejam funcionais.

A Química de Materiais - nova disciplina na área de Química - , constitui o arcabouço conceitual do Núcleo. Tal disciplina é o resultado de vários desenvolvimentos, experimentais e teóricos, recentes, provenientes da Química do Estado Sólido, Química de Macromoléculas, Físico-Química, Química de Coordenação e Química de Colóides e Superfícies. Além disso, a Química de materiais beneficia-se de desenvolvimentos da Física da Matéria Condensada e de Plasmas, da Reologia e da Biologia Molecular, Celular e Estrutural. Este arcabouço conceitual tem se mostrado bastante poderoso para resolver problemas cuja solução requer a gênese de um novo material.

São bastante diversificadas as metodologias utilizadas pelo Núcleo, dado serem as pesquisas na área orientadas para a solução de problemas, fato que sempre requer recurso a ferramentas apropriadas a cada caso. Os pesquisadores principais do grupo estão, mais do que com técnicas, sobremodo identificados com sistemas, não-obstante sejam todos especialistas renomados em pelo menos uma metodologia ou técnica. Tal diversificação de metodologias é uma exigência da pesquisa na área, concordando com o padrão dos grupos mais destacados nos países onde esta atividade é desenvolvida em alto nível.

NExQM

Nota: Este texto, com algumas modificações, faz parte da Proposta para a criação do Núcleo de Excelência em Química de Materiais, do Instituto de Química, da UNICAMP.

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco