Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Aviões movidos a hidrogênio produzido por pilhas a combustível: a Boeing promete!

Em dezembro de 2003, ao que tudo indica, será inaugurada uma nova era na aviação. Pelo menos é o que promete a Boeing, que porá nos ares o primeiro avião funcionando a pilhas de hidrogênio.

Para atingir a velocidade de decolagem a aeronave se valerá de baterias. Uma vez em vôo, entra em ação uma pilha a combustível, de 25 kilowatts, que fornecerá a eletricidade que alimentará a hélice.

A Intelligent Energy foi a companhia eleita pela Boeing para fornecer a pilha a combustível. Um planador modificado, informa um dos engenheiros da Intelligent Energy, permitirá que o piloto plane até o solo para aterrissar, caso haja algum problema.

A propulsão de aviões de maior tamanho, via pilha a combustível, parece, no entanto, estar excluída. E isso não pelas pilhas a combustível em si, as quais não constituiriam problema, mas sim pela armazenagem do combustível, o hidrogênio, esta sim, problemática.

Aeronaves de grande porte não teriam possibilidade de transportar quantidade de hidrogênio necessária à sua propulsão, conforme informa um dos membros da Lynntech, companhia americana responsável pela construção de drones - aviões de controle remoto -, que funcionam graças a pilhas a combustível.

Fontes auxiliares, durante o vôo, são necessárias para fornecer energia destinada ao aquecimento e iluminação dos aviões. Estas, conforme o objetivo da Boeing, poderão ser substituídas por pilhas a combustível. Trata-se de uma energia que, atualmente, é fornecida por baterias, as quais são recarregadas quando as turbinas do avião estão em funcionamento.

Além de diminuir a carga de trabalho dessas turbinas, o uso da pilha a combustível poderá vir a beneficiar o meio ambiente, na medida em que evitará a emissão de gases poluentes, quando dos vôos.

Financial Times, May 12, 2003; Intelligent Energy, May 12, 2003; New Scientist, May 12, 2003. (Tradução/Texto - MIA)

<< voltar para novidades

 © 2001-2019 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco