Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Os nanotubos "reacendem" velho sonho : um elevador para o espaço.

A Konstantin Tsiolkovsky, natural da Rússia, foi o pioneiro da propulsão espacial que, em 1895, imaginou um elevador espacial, capaz de transportar homens pelo espaço, sem a intervenção de foguetes. Tal idéia seria mais tarde popularizada por Arthur Clarke, e não deixa de ocupar o espírito de pesquisadores.

Com a descoberta dos nanotubos em 1991 - "montagens" cilíndricas de átomos de carbono bem mais resistentes que o aço -, o conceito retomou corpo. O assunto foi discutido no Novo México (EUA), durante uma conferência no Laboratório Nacional de Los Álamos.

Bradley Edwards apresentou um dos projetos mais concorridos, que consistia de um cabo central - espécie de nanotubo gigante -, ao longo do qual deslizaria uma plataforma montada sobre um sistema de transmissão. O impulso que permitiria mover o dispositivo seria fornecido por um laser que, do solo, incidiria sobre sistemas tipo células solares instaladas sob a plataforma.

Conforme Edwards, com uma carga de 13 toneladas, o elevador poderia atingir uma altura de uma centena de milhares de quilômetros (os homens não resistiriam às doses maciças de radiações decorrentes desta viagem), mas somente no sentido Terra-espaço.

É de se presumir que os custos que envolveriam a realização de tal idéia seriam inimagináveis. Edwards estimou os custos de um primeiro projeto em 6 bilhões de dólares, custo este muitíssimo inferior aos 100 bilhões de dólares atribuídos à construção da ISS (Estação Espacial Internacional).

New York Times, September, 23, 2003. (Tradução/Texto - MIA)


<< voltar para novidades

 © 2001-2019 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco