Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Seqüenciamento genético humano a preços módicos.

Para que se conseguisse um primeiro esboço do genoma humano foram necessários mais que dez anos, um esforço de colaboração internacional de vários laboratórios, além, logicamente, de bilhões de dólares.

Atualmente, o seqüenciamento de um genoma individual custaria nada menos que 50 (isso mesmo: cinqüenta) milhões de dólares! Mas, como a esperança é a última que... Há aqueles que esperam ver esse serviço oferecido por apenas 1000 dólares. O que daria a cada indivíduo a possibilidade de vir a identificar certos tipos de doença e, em muitos casos, preveni-los. Os cientistas também ganhariam muito com isso: teriam mais material para compreender melhor o funcionamento dos genes.

É exatamente com esse objetivo que vários grupos de pesquisa testam atualmente diferentes métodos de abordagem do problema. No Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA), Stephen Quake marca, por fluorescência, em uma solução de DNA, moléculas livres. Pode, assim, "vigiar" as moléculas utilizadas pelo DNA para se duplicar e deduzir o encadeamento dos nucleotídeos. Freqüências de luz específicas a cada nucleotídeo são utilizadas por George Church, da Escola de Medicina de Harvard (EUA), para revelar sua disposição. Daniel Branton, também da Medicina de Harvard, faz passar o DNA através de nanoporos para medir os sinais elétricos de cada par de bases. Outro método, ainda, consiste em comparar os fragmentos de DNA com o modelo estabelecido. Já que em 99,9% dos casos, as seqüências de pares de bases de indivíduos são idênticas, é necessário, então, focalizar o 0,1% restante.

No entanto, é preciso que se fique atento, uma vez que esses procedimentos (e outros), necessitam ainda de significativos aperfeiçoamentos.

Washington Post, September 07, 2003. (Tradução/Texto - MIA)


<< voltar para novidades

 © 2001-2019 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco