Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Nanoguitarras, Nanotambores e Nanoxilofones... Novamente a Nanotecnologia mostra "quanto o pequeno é grande !"

A Nanotecnologia vem como que se apoderando dos mais diferentes domínios. Pois é, chegou a vez do musical! O instrumento pode nem mesmo ser visto, propriamente, a olho nu, mas o som...

Na Universidade Cornell, Nova Iorque, (EUA), físicos utilizaram um feixe laser para "dedilhar" as cordas da menor guitarra do mundo. Trata-se de um "nanoinstrumento" de 10 milionésimos de metro de comprimento, e foi fabricado a partir de silício. Imagine que cada uma de suas cordas mede por volta de 50 nanômetros, o que equivale à espessura de 100 átomos.

Os pesquisadores conseguiram obter um som particularmente agudo, com uma freqüência de 40 milhões de Hertz por segundo. (Sabe-se que o número de ciclos por segundo determina a freqüência, logo, a altura de um som.) São mais de 10 oitavas abaixo daquilo que o homem, cujo ouvido não capta senão até 20.000 Hertz, é capaz de escutar.

Para se ter uma idéia, os circuitos eletrônicos dos chips são gravados com as mesmas técnicas utilizadas pela equipe, que permitiram também ser construído um nanotambor, a partir de uma malha feita de diamante, e também um nanoxilofone.

No caso dos nanoinstrumentos, o aspecto lúdico, é claro, deve ser considerado. Não se deve, no entanto, deixar de atentar para o fato de que esses sistemas ressonantes nanomecânicos evidenciam a expertise atual em matéria de nanotecnologias, domínio do qual a medicina e a informática esperam bastante.

New York Times, November, 09, 2003. (Tradução/Texto - MIA)

<< voltar para novidades

 © 2001-2019 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco