Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Nanoguitarras, Nanotambores e Nanoxilofones... Novamente a Nanotecnologia mostra "quanto o pequeno é grande !"

A Nanotecnologia vem como que se apoderando dos mais diferentes domínios. Pois é, chegou a vez do musical! O instrumento pode nem mesmo ser visto, propriamente, a olho nu, mas o som...

Na Universidade Cornell, Nova Iorque, (EUA), físicos utilizaram um feixe laser para "dedilhar" as cordas da menor guitarra do mundo. Trata-se de um "nanoinstrumento" de 10 milionésimos de metro de comprimento, e foi fabricado a partir de silício. Imagine que cada uma de suas cordas mede por volta de 50 nanômetros, o que equivale à espessura de 100 átomos.

Os pesquisadores conseguiram obter um som particularmente agudo, com uma freqüência de 40 milhões de Hertz por segundo. (Sabe-se que o número de ciclos por segundo determina a freqüência, logo, a altura de um som.) São mais de 10 oitavas abaixo daquilo que o homem, cujo ouvido não capta senão até 20.000 Hertz, é capaz de escutar.

Para se ter uma idéia, os circuitos eletrônicos dos chips são gravados com as mesmas técnicas utilizadas pela equipe, que permitiram também ser construído um nanotambor, a partir de uma malha feita de diamante, e também um nanoxilofone.

No caso dos nanoinstrumentos, o aspecto lúdico, é claro, deve ser considerado. Não se deve, no entanto, deixar de atentar para o fato de que esses sistemas ressonantes nanomecânicos evidenciam a expertise atual em matéria de nanotecnologias, domínio do qual a medicina e a informática esperam bastante.

New York Times, November, 09, 2003. (Tradução/Texto - MIA)

<< voltar para novidades

 © 2001-2020 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco