Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Data marcada : Março de 2004. Chips de 65 nm no mercado !

Um sistema de produção em massa de semicondutores de 65 nm acaba de ser desenvolvido graças a um esforço conjunto da Toshiba Corp. e da Sony Corp. As duas multinacionais prevêem, para março 2004, a entrega dos primeiros sistemas, a despeito do fato de a indústria de semicondutores ter começado, este ano, a produção em massa de chips gravados a 90 nm.

Isso é que se chama poder de fogo! Adiantando-se a seus rivais, e estabelecendo rapidamente um procedimento de fabricação em massa para seus semicondutores de 65 nm, as duas empresas têm uma estratégia bem clara: ganhar uma vantagem de competitividade decisiva sobre o mercado dos semicondutores de nova geração.

Adaptáveis à concepção desses chips de 65 nm, Toshiba e Sony desenvolveram técnicas de produção em grande escala para as memórias e a ligação entre as multicamadas. Graças a essas tecnologias, as duas gigantes desenvolveram um sistema que permite o controle de aparelhos digitais. O dispositivo combina os circuitos aritméticos a 32 Mbit, de tipo DRAM, o que, por exemplo, é suficiente para os gravadores de DVD.

A fábrica localizada em Yokohama foi a escolhida pela empresa para a fabricação dos chips de 65 nm.

The Nihon Keizai Shimbun, December 11, 2003. (Tradução/Texto - MIA)

<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco