Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas
 
NOVIDADES

Além de biodegradáveis, ainda são resistentes ao fogo. Pudera : são os novos plásticos.

Ao contrário dos plásticos derivados do petróleo, aqueles oriundos de vegetais apresentam a vantagem de serem biodegradáveis, com o inconveniente de apresentarem uma fraca resistência ao fogo, o que limita seu campo de aplicação.

Agora, plásticos biodegradáveis, à base de vegetais, podem ter sua resistência ao fogo aumentada. Isso graças a Sony (Japão) que, em colaboração com a Mitsubishi Plastics (Japão) desenvolveu uma nova tecnologia. Apostando no novo material, a Sony acredita poder conceber peças em plástico para um leitor de DVD, que pretende colocar no mercado por volta de setembro de 2004.

Na nova tecnologia, o hidróxido de alumínio é acrescentado para diminuir os riscos de inflamabilidade e retardar a propagação do fogo. O material produzido está de acordo com as normas européias para substâncias tóxicas e com as normas americanas de inflamabilidade podendo, assim, ser utilizado para os produtos elétricos como consoles de jogo e equipamentos audiovisuais. Em alguns de seus produtos, como leitores de cassetes, a Sony já vinha utilizando plásticos derivados de vegetais.

Um tempo de moldagem maior é um dos inconvenientes apresentados por esse tipo de material, inconveniente logo remediado pela Sony com uso de aditivos especiais.

Nihon Keizai Shimbun, February 13, 2004. (Tradução/Texto - MIA)


<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco