Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Informações li-te-ral-men-te debaixo da pele.

A Food and Drug Administration (FDA), órgão americano responsável pela regulamentação de alimentos e remédios, acaba de autorizar a empresa Applied Digital Solutions (EUA) a comercializar um dispositivo operado na faixa de radiofreqüência, implantável sob a pele, destinado a facilitar o acesso aos dossiês médicos de pacientes.

Baseado em uma tecnologia semelhante àquela dos métodos de identificação por radiofreqüência (RFID), o chip eletrônico é do tamanho de um grão de arroz e, garante seu fabricante, não conterá qualquer informação confidencial: estocará em sua memória apenas um número de 16 algarismos, que poderá ser lido somente pelo pessoal do hospital, ambulâncias e médicos equipados com detectores adequados. O número, então, poderá ser associado a uma base de dados, a qual fornecerá o tipo sanguíneo do doente, seus antecedentes médicos e os tratamentos seguidos.

Áreas sensíveis, como instalações governamentais e militares, já contam com esse dispositivo de segurança. A empresa espera em breve encontrar quem distribua seu produto em consultórios médicos, clínicas e hospitais.

New York Times, October 14, 2004. (Tradução/Texto - MIA)


Veja mais:

VeryChip: o chip implantável que carrega suas informações.

EUA liberam uso, em humanos, de chips de identificação.

<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco