Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Aranhas desempregadas ? Pode ser !

Se a qualidade de resistência dos fios produzidos pelas aranhas para a construção de suas teias vem, há algum tempo, surpreendendo os cientistas, o que não dizer do homem comum que, frente ao "emaranhado" - artisticamente ordenado -, dos fios de uma teia, fica surpreso, e mesmo incrédulo, ao saber do "poder de força" dos mesmos. Capricho da natureza? O homem seria incapaz de produzir algo semelhante? Seria.

Seria, porque agora já é capaz! Na Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel), cientistas israelenses, alemães (Universidade de Munique) e ingleses (Universidade de Oxford) lograram, pela primeira vez, produzir fios iguais àqueles fabricados pelas aranhas. Os resultados de dois anos de trabalhos, dirigidos pelo Doutor Uri Gat, foram publicados pela revista Current Biology.

Particularmente sólidas e finas, de impossível obtenção por meio de cultura, por conta das especificidades biológicas desses insetos, as fibras produzidas pelas aranhas constituíam-se num verdadeiro desafio à ciência. Pesquisas genéticas que permitiram sintetizar proteínas específicas da aranha de jardim, a Araneus diadematus, levaram, enfim, à produção das fibras.

Quanto às novas fibras, nada fica a desejar, quando comparadas às produzidas pela aranha: têm igual diâmetro e são seis vezes mais resistentes que o nylon ou o aço. No que diz respeito às aplicações que a produção em série de tais fibras, de um milésimo de milímetro de espessura, poderia ensejar, as áreas são bastante variadas: fabricação de coletes à prova de balas; fios cirúrgicos; microcondutores; fibras ópticas; linhas para pesca; novos tipos de roupas e... por aí vai!

Télévision Suisse Romande, site htt://www.tsr.ch, consultado em dezembro de 2004. (Tradução/Texto - MIA)


Veja mais:

Os bichos-da-seda que se cuidem: vem aí a "seda" das aranhas ...

As aranhas avisam: tecemos fios mais resistentes que os de aço!

<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco