Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas
 
NOVIDADES

Cartão de memória de alta performance de 128 GB.

A Samsung acaba de anunciar a realização de chips de memória flash gravados em 30 nanômetros e capazes de armazenar 64 Gbits. Desta maneira poderão ser multiplicadas as capacidades dos cartões de memória, as entradas USB e os discos SSD (SSD - Solid-state Storage Device, tipo de dispositivo de armazenamento sem partes móveis).

Gravando com a estreiteza de 30 nanômetros (contra 65 dos modelos atuais) de circuitos de memória flash (aquela das entradas USB e dos cartões de memória), a Samsung aumenta consideravelmente a capacidade. Atinge 64 Gbits (gigabites) por chip. O circuito (experimental) apresentado pelo fabricante coreano divulga efetivamente uma capacidade de 8 GB (gigabites). A comercialização está prevista para 2009.

Um cartão de memória, do tipo SD (1), por exemplo - como aquele que se introduz em um tocador de música ou em uma máquina fotográfica -, poderá integrar dezesseis desses chips de 64 Gbits e, assim, embarcar 128 GB! Inserido em uma filmadora, tal cartão permitirá filmar em alta definição, fazendo com que os cassetes DV, os gravadores DVD e mesmo os discos duros portáteis virem coisa do passado.

A Samsung imagina também fabricar discos SSD, isto é, estojos de estocagem externos sendo utilizados como um disco rígido, mas que não contêm nenhuma parte mecânica. Em formato 1,8 chip (aqueles dos pequenos discos concebidos para os tocadores), a capacidade atingiria 512 GB.





Sobre sua "bolacha", o circuito experimental de memória flash NAND, com 64Gbits por chip...

Créditos: Sansung



Lycos (www.homme.lycos.fr), consultado em 12 de novembro, 2007 (Tradução - MIA).


Nota do Scientific Editor: (1) Secure Digital Card ou SD Card é uma evolução da tecnologia MultiMediaCard (ou MMC). Adiciona capacidade de criptografia e gestão de direitos digitais (daí, Secure), para atender as exigências da indústria da música, e ainda uma trava para impedir alterações ou apagamento do conteúdo do cartão.


Assuntos conexos:

Primeiros chips do tipo NAND, gravados em 60 nm.


<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco