Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas

 
NOVIDADES

Nanopartículas de ouro contra o câncer de próstata.

Uma equipe de pesquisadores do Centro Hospitalar Universitário do Quebec (CHUQ) (Canadá) recebe subvenção da sociedade canadense do câncer para suas pesquisas visando desenvolver um tratamento contra o câncer da próstata, com o auxílio de partículas de ouro radioativas.

A equipe do Dr. Marc-André Fortin realiza trabalhos objetivando sintetizar, de forma rápida, nanopartículas de ouro radioativas, cuja utilização seria mais eficaz que o tratamento convencional utilizado para destruir os tumores.



Pesquisa visa utilizar nanopartículas de ouro no tratamento do câncer de próstata.

Créditos: Rádio-Canadá.


Atualmente, um grande número de pacientes atingidos pelo câncer de próstata é tratado por curieterapia (radioterapia). Esta técnica consiste em injetar na próstata até 100 implantes radioativos, sob forma de pequenos grãos metálicos que têm a forma de grãos de arroz.

No entanto, esta técnica, embora eficaz, apresenta inconvenientes para os pacientes, menciona o Dr. Fortin. "60 a 100 grãos, tão volumosos, implantados no órgão, levam à dor e mesmo a uma série de transtornos", disse ele.

Segundo o médico, o tratamento que se tem em vista apresenta diversas vantagens. Ele seria mais preciso, porque as partículas de ouro - bem menores -, difundiriam de modo mais homogêneo a radioatividade no órgão tratado. O tratamento em questão seria também menos doloroso.

"O ouro é muito biocompatível, portanto bem aceito pelo corpo humano, não ocasionando rejeição e nem inflamação causada pelo metal em si e, ainda, o ouro permite interagir com o elemento rádio, para aumentar ainda mais o efeito radioterápico", precisa o Dr. Fortin.

O câncer de próstata é o câncer mais frequente no homem e a terceira causa de mortalidade por câncer.

Radio Canadá (Tradução - MIA).


Assuntos Conexos:

Estatinas vêm se juntar ao arsenal de armas contra o câncer?


<< voltar para novidades

 © 2001-2018 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco