Laboratório de Química do Estado Sólido
 LQES NEWS  portfólio  em pauta | pontos de vista | vivência lqes | lqes cultural | lqes responde 
 o laboratório | projetos e pesquisa | bibliotecas lqes | publicações e teses | serviços técno-científicos | alunos e alumni 

LQES
lqes news
novidades de C&T&I e do LQES

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

LQES News anteriores

em foco

hot temas
 
NOVIDADES

Transmissão óptica : quebrado mais um recorde !

A Alcatel-Lucent anunciou em comunicação na mais seletiva das sessões da conferência OFC/NFOEC (Optical Fiber Communication Conference and Exposition and the National Fiber Optic Engineers Conference), em Anaheim, Califórnia (EUA), que suas equipes de pesquisa nos Estados Unidos e na França estabeleceram o recorde mundial de transmissão óptica em 25,6 terabits por segundo (Tbit/s) sobre uma única fibra, utilizando 160 WDN (Wavelength-Division Multiplexing) canais em multiplexagem em comprimento de onda - uma banda passante suficiente para transmitir os dados de mais de 600 DVDs por segundo! Tais resultados ultrapassam de longe o recorde precedente de transmissão de 14 Tbit/s, estabelecido em setembro de 2006.

A Alcatel-Lucent pôde se apoiar sobre as competências de seus pesquisadores na otimização da densidade espectral de informação das redes ópticas, pela multiplexagem tanto em comprimento de onda quanto em polarização, e sobre seu domínio geral sobre os aspectos físicos das redes ópticas.





Cabo de fibras ópticas.

Créditos: Rafsanjan


A experiência, realizada em colaboração com o Instituto Nacional de Tecnologias da Informação e Comunicações de Tóquio e o Sumitomo Osaka Cement, de Chiba (ambos no Japão), permitiu realizar transmissões a 25,6 terabit/s sobre três troncos de 80 km cada um. A densidade espectral da informação obtida foi perto de 10 vezes superior àquela observada atualmente nos sistemas comerciais (0,2 a 0,4 bits/segundos/Hertz).

Essa conquista em termos de capacidade de transmissão de dados se adiciona à longa lista de resultados de pesquisa notáveis da Alcatel-Lucent em redes ópticas terrestres e submarinas, entre as quais estão: o primeiro teste no mundo de transmissão a uma taxa de 1 terabit por segundo; a invenção da fibra Óptica de Dispersão Não-Zero (NZDSF- Non-Zero Dispersion Shifted Fibre); a primeira ultrapassagem da barra de 10 Tbit/s para a transmissão de dados sobre uma fibra óptica única; a mais importante taxa de transmissão jamais realizada sobre distâncias transoceânicas (6Tbit/s); a transmissão de 100 Gbit/s de dados sobre 2 000 km; a introdução do amplificador de banda L; a primeira fibra de grande área efetiva e o primeiro sistema comercial totalmente amplificado por efeito Raman DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing).

Alcatel-Lucent (www.alcatel-lucent.com), consultado em 17 de abril de 2007 (Tradução - MIA).


Nota do Scientific Editor: um terabit é igual a um trilhão de bits de dados.


Nota do Managing Editor: a ilustração que figura nesta notícia não faz parte da matéria original e foi obtida em www.google.com.


Assuntos conexos:

Transmissão de dados em fibra óptica tem novo recorde!

Fibras ópticas cada vez mais rápidas. Batido mais um recorde: 320 Go por segundo!

2006 marca o aniversário de 40 anos da comunicação por fibras ópticas.

Fibras ópticas que transmitem filmes em segundos!

Tidia: novo programa da FAPESP na área de tecnologias da informação e comunicação.


<< voltar para novidades

 © 2001-2017 LQES - lqes@iqm.unicamp.br sobre o lqes | políticas | link o lqes | divulgação | fale conosco